A adequação que discrimina

Vamos pegar o ser-humano, colocá-lo em potinhos e rotular cada um. Se você tá nesse grupo, não pode sair. Aliás, para ficar mais “adequado”, vamos criar diferentes nomes para todos os tipos de preferência, vamos diferenciar o binário do não-binário para “adequar” a todos uma visão de mundo. Vamos criar terceiros banheiros para que todos se sintam mais “confortáveis”, assim não dá briga. Vamos criar um vagão separado. Afinal, segregação resolve o problema, né?

Pois é, isso foi o que pensei quando vi esse quadrinho aqui.

10403611_582845085194356_4519636361246204321_n

Rótulos, precisamos deles para quê?

Em uma sociedade onde a relação homoerótica é mal vista – apesar de ser algo natural, contudo moralizado por uma cultura como certo ou errado -, é saudável criar um rótulo com o intuito de auto-afirmação. O mesmo com negros, dizer “tenho orgulho de ser negro” em uma sociedade racista é muito importante, ou quando as mulheres cisexuais dizem que elas são suas vaginas em uma sociedade misógina, ou as trans argumentam que órgão sexual não define em uma sociedade categorizadora por gênero binários. Sim, isso é legal.

Mas, quando se cria categorias e subcategorias separando o ser humano com rigidez, do tipo “isso só procura isso”, “aquilo só procura aquilo” e afins, deixa de ser um rótulo de auto-afirmação para ser uma segregação não saudável.

Em primeiro, o que me chamou a atenção foi que esse quadro foi compartilhado por uma transexual. Até ontem, eu entendia que as trans lutavam pelo direito de serem vistas como mulheres, apenas. Não como uma mulher trans, mas uma mulher. Obviamente que mulher trans é diferente de mulher cis, pois ambas lutam por muitos direitos diferenciados(a trans, repetindo, luta para ser vista apenas como mulher). Então como me vem ela compartilhar uma tira que diferencia sexualidade por preferências ou atrações que segregam binários de não binários?

“A orientação sexual de uma pessoa indica por quais gêneros ela sente-se atraída, seja física, romântica e/ou emocionalmente. Ela pode ser assexual (nenhuma atração sexual), bissexual (atração pelos gêneros masculino e feminino), heterossexual(atração pelo gênero oposto), homossexual (atração pelo mesmo gênero)3 ou pansexual (atração independente do gênero).”(wikipédia, Escala Kinsey)

Para mim, uma pessoa que fala “só me sinto atraída por mulheres cis” ou “só por mulheres trans” tem uma falta de entendimento do que é o feminino, uma fetichização ou um preconceito, não uma orientação sexual pronta que diferencia uma coisa que não deveria ser diferenciada. Vou repetir, rótulos servem para autoafirmação, não para categorizar o ser-humano. A sexualidade é a expressão  do ser em relação ao “objeto” de desejo, e segundo a escala kinsey(a qual eu estudei para escrever esse texto) ela varia. Não do tipo “acordei e sou gay”, mas que podemos desejar além do “homem, mulher, pessoa que não se identifica com gêneros/ binários e não binários”, o título serve só para autoafirmação(como já repeti trezentas vezes) em uma luta de aceitação em um grupo entre outros, não para segregar afirmando que o ser humano é algo cartesiano e a natureza é rígida, e somos formados por regras biológica e os carai.

Conforme andamos, avanço para mim seria a abolição de termos, sermos tão entendidos de gênero e sexualidade que apenas namoramos, sem títulos nem nada. Chegar uma época que ninguém precisa mais se autoafirmar porque vamos estar todos entendidos. Quando me deparo com uma lista que diferencia tudo de todos e gente que necessita desse tipo de rotulação para se expressar, vejo que talvez estejamos mesmo longe da ideia de avanço que eu tenho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s