Transformações

Imagem
Mesmo com tempo esgotável, a reflexão sobre a vida é eterna. 
Questionamentos filosóficos perseguem a humanidade desde sua existência, mesmo que a filosofia só tenha tido seu reconhecimento como ciência um pouco antes do surgimento do calendário cristão. 
Pressões, independente de quais sejam, fazem parte da vida de forma gradual, viver de modo extemporâneo está fora de questão. Tais experiências contribuem para o crescimento, a metamorfose do ser tendo como objetivo a construção de um monumento espiritual que segundo muitos é infindável. 
Sendo ou não inesgotável, a morte para a vida existe, seja como remédio a muitos corpos ou transgressão a muitas almas. Viver é um conjunto de experiências – dolorosas, calorosas -, cada suspiro ganha-se sabedoria que através dela lucra a morte. A vida gera a morte. 
Tudo e todos possuem momentos, impostos ou não. Vivê-los e não findá-los, pois final terão.

Escutando: Emilie Autumn – The art of the suicide
Lendo: Filosofando, introdução à filosofia
Assistindo: Anatomia de Gray
Jogando: Cotidiano
Comendo: Luz
Bebendo: Etanol

Autoria: Aiko Hime

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s